Blog

5 dicas para organizar uma loja de conveniência

A organização de qualquer estabelecimento é importante para atrair consumidores, despertar desejos por determinados produtos e incentivar as compras. Além disso, as pessoas têm a tendência de se tornarem fiéis às empresas que satisfazem as suas expectativas. Então, por que não ir além e conquistar de vez esses clientes?  Aproveite as nossas dicas e lucre mais com uma loja de conveniência estratégica.

Já falamos sobre o potencial que uma loja de conveniência tem para aumentar o fluxo de pessoas e os lucros dos postos de combustíveis. Agora, vamos apresentar ideias para organizá-la de maneira tática.

1. Conceito

Antes de mais nada, você já definiu o seu público-alvo e o valor que você quer transmitir por meio de sua loja? Não pule esta etapa! Conhecer os potenciais clientes é indispensável para entender as necessidades deles e oferecer as melhores soluções. Você terá consumidores satisfeitos e dispostos a fazer novas compras.

Tendo em mente a imagem de negócio que você quer transmitir, será possível pensar na decoração, na ambientação da sua loja, em uma nova fachada, vitrine e definir os produtos relevantes para o seu público.

2. Espaço

Um layout bem planejado aumenta a eficiência do autosserviço e o tempo de permanência dos clientes na loja. A disposição das gôndolas, prateleiras e freezers deve ser confortável e facilitar o processo de compra – um corredor apertado é um exemplo do que deve ser evitado. É preciso induzir os consumidores a percorrerem um longo caminho, fazendo-os passar pelo maior número de produtos possíveis.

E que tal aproveitar o fundo da loja para organizar os itens mais procurados? Essa é uma maneira de forçar a circulação por toda a loja. Afinal, as pessoas terão que percorrer os corredores inteiros para encontrar o que procuram e, no caminho, por “coincidência”, elas poderão se interessar por outros produtos ou promoções que antes nem iriam ser considerados durante a compra.

Você também deve analisar o fluxo dos seus clientes dentro da loja. Essa observação te ajudará a definir onde eles normalmente passam e onde há uma menor movimentação. Depois de conhecer os pontos quentes e frios do seu estabelecimento, é hora de otimizá-los!

3. Apresentação

Separar os produtos por departamento é uma forma eficiente de organizar a sua loja de conveniência. E que tal facilitar o entendimento dos clientes utilizando placas ou cores? Simplifique e traga soluções para os problemas dos consumidores. Indique onde estão os principais grupos de produtos e marcas, e não se esqueça de sinalizar as promoções.

Os itens de maior destaque devem ser colocados na altura da visão ou em regiões de fácil alcance das mãos. Não se esqueça de que muitas pessoas vão às compras com crianças e elas também são consumidoras. Portanto, os produtos interessantes para o público infantil, como salgadinhos e bolachas, devem estar dispostos nas prateleiras mais baixas.

Ainda sobre este assunto, é possível influenciar a compra de um produto através de outro com sinergia de consumo. Por isso, vale organizar alguns produtos próximos a outros complementares, como é o caso das escovas de dente e dos cremes dentais.

4. Informações

Mantenha os rótulos virados para a frente a fim de facilitar a identificação dos produtos. Outra dica é que as etiquetas de preço nunca escondam informações relevantes. Ah! E não se esqueça de manter os preços atualizados. Isso evitará constrangimentos e insatisfação dos consumidores ao finalizarem as compras no caixa.

Quando as informações estão adequadamente apresentadas, as pessoas tendem à gastar mais tempo explorando novos produtos. Esse comportamento aumenta as chances de compras de itens não planejados.

5. Cartão fidelidade

Os maiores beneficiados dos programas de fidelidade são os consumidores, como no caso dos cartõezinhos que são carimbados e, posteriormente, trocados por benefícios. Muito mais do que uma forma atrativa de conquistar novos clientes e estimular as compras, esse também é um ótimo método para coletar dados sobre os consumidores!

Não perca, portanto, a oportunidade de solicitar informações básicas como e-mail, idade e escolaridade para associá-las aos produtos que estão sendo adquiridos e aos horários de compra, por exemplo. Você também pode aproveitar os contatos para enviar informações e promoções que sejam relevantes e atraentes para o perfil de cada consumidor.

A Ruff

Nós transformamos a nossa marca para aumentar as possibilidades de vendas e lucros para você. Já -conheceu a nova identidade visual da Ruff? Modéstia à parte, ficou maravilhosa. Com ela, a sua loja será muito mais moderna e atrativa para os seus consumidores. Nós oferecemos ainda todo o apoio necessário para otimizar o gerenciamento do seu estabelecimento sem dores de cabeça.

Se você quer alavancar as vendas da sua loja de conveniência, tem muita coisa para colocar em prática! Essas foram as nossas dicas de ouro. Gostou? Deixe um comentário pra gente saber.

Busque no blog: