Blog

As diferenças entre veículos flex, diesel e GNV

No mercado existem diversas opções de veículos com diferentes possibilidades de abastecimento: flex, diesel ou GNV. Nessa matéria, abordaremos as distinções entre as performances desses três tipos de veículos e como escolhê-los no momento da compra, de acordo com a sua necessidade.
 

Gasolina

A gasolina é produzida a partir do petróleo e é o combustível ideal para viagens mais longas devido ao seu rendimento consideravelmente maior que o do etanol. Apesar da vantagem na performance, ela é prejudicial ao meio ambiente e sua queima gera gases nocivos. Em épocas de combustível caro e etanol em alta, a famosa “gasosa” pode ser a opção mais em conta.
 

Etanol

Mesmo com os preços altos dos combustíveis, o etanol ainda se mantém como a opção mais em conta para muitos. Próprio para trajetos mais urbanos e passeio, o derivado da cana-de-açúcar tem ganhado espaço inclusive em veículos maiores, como ônibus, devido às suas propriedades ecológicas. Mas lembre-se: se seu carro for flex, abasteça etanol apenas se o valor não ultrapassar 70% do preço da gasolina.
 

Diesel

Comum em veículos capazes de transportar cargas pesadas, o diesel é tão requisitado nessas áreas devido à capacidade destes veículos e seu gasto reduzido. Os motores de caminhões, caminhonetes, tratores e ônibus possuem uma compressão mais forte, permitindo arranques necessários para mover os veículos em condições desfavoráveis. Além disso, seus danos ao meio ambiente não são tão severos devido aos avançados catalisadores e filtros.
 

GNV

Dos combustíveis fósseis, este é o mais limpo. Apesar da potência menor, o rendimento e os índices de poluentes do Gás Natural Veicular são suas maiores vantagens. Por poucos veículos saírem de fábrica prontos para receber tal combustível, muitos motoristas optam por fazer a conversão e abandonar a gasolina. A economia a longo prazo faz o investimento valer a pena. 

Busque no blog: