Blog

Selecionados Ruff: ID Buzz, o sucessor da Kombi

A Volkswagen anunciou no dia 19 de agosto um sucessor para a histórica Kombi. Será um veículo baseado no conceito ID Buzz, apresentado em janeiro no Salão de Detroit. De acordo com o presidente da companhia, depois da apresentação do conceito nos salões de Detroit e Genebra, houve um grande volume de pedidos para que o carro fosse produzido.

Não é para menos: a Kombi original, produzida ininterruptamente em território nacional entre 1957 e 2013, é um dos carros mais antigos e icônicos no Brasil, sendo considerada precursora das vans de passageiros e de carga. Sua estrutura original era simples, porém robusta: construção em monobloco, suspensão independente com barras de torção, motor tipo boxer com refrigeração a ar e um dos seus diferenciais mais icônicos era a posição do motorista: sentado sobre o eixo dianteiro e com a coluna de direção quase vertical. Seu nome vem de Kombinationsfahrzeug (em tradução livre, “veículo combinado” ou “veículo multiuso”), o que representa bem o seu uso e um dos motivos pelo qual está tão presente nas ruas e no imaginário do brasileiro: um veículo confiável e resistente, que conseguirá se sair bem onde outros, mais novos, não se dão bem.

O seu sucessor, apesar de tentar conservar alguns desses aspectos, traz uma série de novidades. A princípio, sabe-se que será um veículo elétrico com um certo nível de condução autônoma, opção de assento variável e uma alternativa sem bancos, para transporte de carga. Seu nome, ID Buzz, é um jogo de palavras, já que sua pronúncia é parecida com ‘Bus’, apelido da Kombi nos Estados Unidos, e a fonética lembra o som de um motor elétrico. Ela utiliza uma plataforma específica para veículos elétricos, que permite que as baterias sejam acomodadas no assoalho e, assim, liberem espaço para passageiros.

A nova Kombi também não deixa a desejar no desempenho: seus dois motores, localizados um em cada eixo, produzem em conjunto 374 cavalos de potência, com velocidade máxima de 160 km/h e autonomia de 434 km, além de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 5 segundos.

O ID Buzz, porém, ainda não está pronto para o lançamento, e só chegará aos consumidores em 2022. Além disso, algumas das tecnologias envolvidas, especialmente aquelas ligadas ao modo autônomo de direção, estão previstas apenas para 2025. Mas já é o suficiente para acender novamente a paixão dos fãs deste veículo ao redor do mundo.

Busque no blog: