Categoria: Ruff | Blog

As responsabilidades ambientais dos postos de combustíveis

As questões relacionadas ao meio ambiente estão muito presentes e difundidas em nosso dia a dia. A importância dos recursos naturais para a sobrevivência do planeta pode até parecer um assunto batido, mas está longe disso. A conscientização sobre a conservação ambiental ainda precisa ser ampliada e fortalecida a fim de desenvolver mais condutas sustentáveis pelo mundo.

A luta deve caminhar em direção ao equilíbrio e à manutenção do ecossistema. Os postos de combustíveis têm um papel fundamental nessa causa, devendo atuar de acordo com normas e resoluções técnicas que visam à conservação do meio ambiente. Você sabe quais são as responsabilidades ambientais dos postos de combustíveis? Confira na matéria!

Normas e resoluções ambientais

Um posto de combustível é um estabelecimento com atividade potencialmente poluidora. Isso se deve ao fato de eles prestarem serviços como: estocagem de combustíveis, lavagem de veículos, troca de óleo, entre outros. Essas são atividades que podem ocasionar impactos ambientais e provocar incêndios.

Devido a esses riscos, é importante que a estrutura física, os procedimentos, a administração e os funcionários de postos sigam algumas regras. Elas são essenciais para minimizar, ou até mesmo eliminar, as chances de poluição e de contaminações decorrentes de processos inadequados.

As responsabilidades ambientais dos postos de combustíveis são estabelecidas por normas legais e resoluções ambientais. Aqueles que não seguirem as regras podem ser penalizados por meio de multas que variam entre 500 e 10 milhões de reais, além de ter o posto interditado.

As principais normas e resoluções são:

  • Resolução CONAMA n. 273, de 29 de novembro de 2000.

  • Lei n. 10.165, de 27 de dezembro de 2000.

  • Norma ABNT NBR 17505-5, de 3 de junho de 2006.

  • Deliberação Normativa COPAM n. 108, de 24 de maio de 2007.

  • Resolução CONAMA n. 420, de 28 de dezembro de 2009.

Além de seguir tais leis, os postos de combustíveis devem possuir um licenciamento ambiental fornecido pelos órgãos seccionais competentes ligados à Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD). A lista de adequações necessárias ainda inclui:

  • Laudo de vistoria do corpo de bombeiros (L.V.C.B.).

  • Laudos das análises dos poços de monitoramento do entorno do Sistema de Armazenamento Subterrâneo de Combustível (SASC).

  • Certificado de coleta.

  • Comprovante de contratação de empresa prestadora de serviço emergencial (EPAE).

  • Certificado de treinamento dos funcionários.

Gestão ambiental

A gestão ambiental é uma prática administrativa abrangente. Ela é utilizada para atender as responsabilidades ambientais dos postos de combustíveis, ajudando-os a utilizar os recursos naturais de maneira racional e eficiente. Portanto, ela é essencial na coordenação de atividades sustentáveis em um posto de combustível, diminuindo o risco de impactos ambientais sem deixar de lado os fatores econômicos.

Uma boa gestão ambiental garante que os postos estejam regularizados perante as leis, tendo condições de realizar planejamentos e de prever problemas. O trabalho de minimização de riscos inclui o treinamento de funcionários, qualificando-os para desempenhar atividades importantes, como: manuseio adequado de produtos, tratamento/descarte correto de resíduos e adoção de medidas preventivas contra acidentes.

No caso de uma má gestão ambiental ou da falta dela, alguns problemas sérios podem ser ocasionados pelos postos de combustíveis. Um exemplo é a contaminação de solos e lençóis freáticos por causa do derramamento ou armazenamento inadequado dos produtos. A lista de danos pode abranger ainda a poluição do ar, o desperdício de água devido ao uso inconsciente na lavagem de automóveis, o descarte irregular de lixos e até incêndios e explosões causados pelo manejo incorreto dos combustíveis.

Sistema de Gestão Integrado da Ruff

A Ruff é uma empresa consciente! Além de atuarmos de acordo com a legislação, nós assumimos responsabilidades sociais. Por essa razão, nós possuímos um Sistema de Gestão Integrado, ou seja, uma política que tem como objetivo avaliar as atividades realizadas pela organização e, a partir delas, propor medidas corretivas ou benéficas para os processos.

Os resultados do Sistema de Gestão Integrado da Ruff de 2017 são positivos. Eles demonstram que houve 0% de ocorrências de derrames de produtos fora da meta e 0% de acidentes com danos ao meio ambiente não recuperados. Outro dado interessante é em relação ao tratamento de resíduos: foram 107 m³ de resíduos líquidos tratados e 8.931 kg de resíduos sólidos. Durante todo o ano, foram realizadas 3.978 verificações preventivas de caminhões e 2.197 motoristas foram treinados para atuar com responsabilidade ambiental.

Ações Ruff

Uma das ações realizadas pela empresa é a coleta seletiva de lixo. Nós aproveitamos os materiais recicláveis para reprocessamento e os convertemos em benefícios a uma entidade de assistência social de Paulínia/SP. Além disso, participamos de um projeto preocupado com a destinação correta de lixo tecnológico. A Ruff ainda apoia a instituição sem fins lucrativos Plante Vida, que visa promover práticas e valores ambientais entre crianças, adolescentes e adultos. Em parceria com o Plante Vida, nós também fazemos a doação de mudas de árvores para o plantio em área rurais e urbanas.

Fiscalização

É importante lembrar, por fim, que as responsabilidades ambientais dos postos de combustíveis são fiscalizadas por órgãos especializados. Essa fiscalização contribui para um mercado concorrencial mais justo e para a preservação do meio ambiente, o que é direito de todo cidadão brasileiro. Nesse sentido, a população também pode colaborar denunciando irregularidades.

Conte para gente nos comentários o que você achou dessa matéria!

Retrospectiva: melhores momentos Ruff 2016

O ano de 2016 foi de muito trabalho e repleto de conquistas importantes para a Ruff. A distribuidora ampliou o número de vendas e se destacou em grandes revistas no setor em que atua. Confira uma breve retrospectiva para relembrar os melhores momentos da empresa nesse ano!

 

Vendas

O volume de vendas da Ruff, cresceu 8% e o número de clientes atendidos 12,5% em comparação ao ano de 2015. O resultado positivo é fruto da consolidação da marca no mercado e do excelente trabalho realizado pelos colaboradores.

 

Treinamento de clientes

A Ruff sabe a importância de investir em seus colaboradores e clientes para o crescimento da marca. Por isso, ao longo de 2016 ofereceu 190 treinamentos aos clientes atingindo 760 colaboradores de postos (gerentes e frentistas).

 

Base de Paulínia

A primeira base da Ruff, inaugurada em 1999, também passou por uma reforma esse ano para garantir a ampliação da sua capacidade operacional. Com estrutura moderna, o espaço atende a todas as normas da legislação, exigidas pelos órgãos ambientais municipais, estaduais e federais.

 

Cuidado com o meio ambiente

A Distribuidora tem uma preocupação permanente com o desenvolvimento sustentável. Somente esse ano, investiu R$1,7 milhões em equipamentos para promover melhorias no meio ambiente.

 

43ª edição do Melhores e Maiores

A Revista Exame apresentou no final do mês de junho, a 43ª edição do Melhores e Maiores, que mostrou o ranking das 500 melhores empresas no ano de 2015.

No Grupo atacado, que engloba as organizações do segmento da Ruff conquistou excelentes posições.

A distribuidora se classificou na 1ª posição do índice de liquidez corrente, que demonstra a saúde financeira das empresas e teve um crescimento de 17, 5% em vendas líquidas. Além disso, utilizou sua visão estratégica de longo prazo e se adaptou as exigências do mercado, ficando entre a relação das empresas menos endividadas e com riqueza relevante criada por empregado.

 

Um excelente 2017

Que no ano de 2017 seja possível alcançar resultados ainda mais positivos. A Ruff agradece a todos os clientes, parceiros e colaboradores que contribuíram para o sucesso em 2016 e deseja um ano novo repleto de realizações e conquistas para todos! 

Sinais de problemas no escapamento do carro

Detectar problemas no sistema de escapamento assim que eles dão os primeiros sinais pode evitar algum dano maior no seu carro e gastos muito altos com o reparo. Confira a seguir quais são os indícios de que seu escapamento está com falhas.


Barulho alto e trepidação

Os componentes que prendem o escapamento na carroceria podem se romper, isso ocasionará barulhos embaixo do carro de peças batendo e até mesmo poderá ser percebida uma trepidação do escapamento. A troca destas peças, geralmente borrachas e coxins, têm um custo baixo quando o problema é detectado a tempo e consertado. Se você deixar o escapamento solto por um período muito longo, outras peças podem ser quebradas e o valor da manutenção ficará mais caro que o esperado.


Odores fortes e diferentes

Caso comece a sentir cheiros muito ácidos ou doces na parte traseira do carro, seu escapamento pode estar com algum furo. Além disso, se sua suspeita for de que gases nocivos estão sendo liberados pelo sistema de escape, procure um mecânico imediatamente para realizar uma inspeção completa em seu carro. Além de causar problemas no automóvel a liberação de gases também pode ser prejudicial para sua família.


Assoalho superaquecido

Se o sistema de escapamento estiver muito próximo ao assoalho do carro, isso ocasionará um superaquecimento do local. O problema está em alguma peça danificada que mudou a altura do escapamento e precisa ser trocada com urgência. Lembre-se de pedir para seu mecânico fazer o alinhamento da nova peça para que o problema não persista.


Muitos ruídos

Furos nos tubos e miolos de silenciadores (traseiro ou intermediário) do escapamento fazem o barulho do carro aumentar muito. O defeito só será solucionado trocando a peça inteira.

Os problemas no sistema de escape podem ser provenientes de muitos fatores, mas o principal deles é o combustível adulterado, que acaba corroendo todo o sistema de escapamento. Por isso, só abasteça em postos de sua confiança. 

Ruff está entre as 500 maiores empresas do Brasil

A Revista Exame apresentou no final do mês de junho, a 43ª edição do Melhores e Maiores, que mostrou o ranking das 500 melhores empresas no ano de 2015. O evento foi aberto pelo presidente executivo do Grupo Abril, Walter Longo, e contou com o discurso do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

No Grupo atacado, que engloba as organizações do segmento da nossa empresa, a Ruff conquistou excelentes posições.

Os destaques foram os índices de liquidez corrente, que demonstra a saúde financeira das empresas, em que a Distribuidora se classificou na 1ª posição, e vendas líquidas, com 17,5% de crescimento.

A economia brasileira encolheu 3,8% no período e, depois de cinco anos de crescimento, as empresas tiveram uma queda de receita de 4,6%, enquanto suas dívidas subiram 12%. Nesse cenário, a Ruff utilizou sua visão estratégica de longo prazo e se adaptou as exigências do mercado, ficando entre a relação das empresas menos endividadas e com riqueza relevante criada por empregado.

Nossa equipe está orgulhosa e trabalhando para alcançar resultados ainda mais expressivos em 2017.

Alerta: fraudes em boletos bancários

Devido à crescente prática de fraudes em boletos de pagamento existente no mercado, a Ruff pede que seus clientes não efetuem qualquer tipo de pagamento divergente das informações a seguir:

 

- Cedente: Ruff CJ Distribuidora de Petróleo Ltda. CNPJ 00.756.149/0001-03

- Banco: Banco Itaú S/A. – 341-9

- Agência/Código do Cedente: 2938/22182-3 ou 2938/22191-4

 

É importante lembrar que os boletos da distribuidora são encaminhados juntamente com a Nota Fiscal no ato do carregamento.

 

Em caso de dúvida contate diretamente o Assessor de Vendas da sua região ou a equipe de Vendas Internas pelo telefone: (19) 2101-7833. Por meio do acesso ao cliente no site, também é possível sanar as dúvidas.

 

Fique atento!

Busque no blog: