7 dicas que podem evitar a desvalorização do seu carro

 

Dificilmente alguém vai ficar com o carro a vida toda, pelo contrário, as pessoas estão sempre querendo vendê-lo para comprar um modelo 0 km ou mais novo. Para não perder dinheiro na hora da venda, é preciso ficar atento a alguns detalhes importantes, que evitam uma depreciação maior  do veículo do que a média do mercado.

A conservação do carro é fundamental, pois permite ao vendedor obter preços equivalentes ao valor médio de mercado de tabelas oficiais ou até maiores. Lembre-se: é muito importante guardar comprovantes e notas fiscais. 

Segundo Pedro Scopino, diretor do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios de São Paulo (Sindirepa-SP), despesas realizadas ao longo dos anos com manutenção, que não ultrapassem 20% do valor do veículo, podem ser compensadas com a valorização do carro na revenda.

Veja a seguir algumas dicas para reduzir ao máximo a desvalorização do seu veículo:

 

1. Cuidado com as rodas

Para conservar as rodas e evitar desgastes no sistema de suspensão do carro é indicado, a cada 10 mil quilômetros rodados, ou a cada seis meses, realizar o alinhamento e balanceamento das rodas, em conjunto com uma revisão completa dos itens do carro. Mas, o proprietário pode ser obrigado a adiantar a realização desses serviços se, por exemplo, ao passar por um buraco na via, o carro começar a apresentar vibrações ou tendência de desvio na direção.

 

2. Conservação do motor

A troca de óleo, revisão do filtro de combustível e velas do motor deve ser realizada a cada 10 mil quilômetros rodados ou seis meses. Também é recomendado realizar anualmente a medição da vida útil da bateria e verificar se existe algum problema no alternador.

 

3. Fique atento às pastilhas de freios

A substituição das pastilhas deve ser feita quando a frenagem provocar um barulho metálico, que indica o desgaste do item.

Fluídos de freios também devem ser trocados a cada ano. A troca tem baixo custo e, além de evitar desgastes no sistema de frenagem, mantém a peça segura.

 

4. Manutenção dos acessórios

As palhetas do limpador de para-brisa precisam ser trocadas uma vez ao ano, principalmente se o veículo passar muitas horas exposto ao sol. 

Os cintos de segurança, engates e pontos de fixação devem ser constantemente lubrificados. 

 

5. Mantenha os bancos limpos

Os revestimentos de bancos do carro devem ser aspirados regularmente. O acúmulo de sujeira causa manchas no tecido que podem ser difíceis de serem removidas. Os bancos de couro, também necessitam ser higienizados regularmente com pano umedecido e hidratados a cada seis meses com produtos específicos.

 

6. Repare eventuais danos na carroceria

Riscos e batidas na carroceria do carro devem ser reparados o quanto antes. Caso o impacto tenha provocado desgaste na pintura, a exposição do metal às intempéries pode gerar pontos de ferrugem.

 

7. Faça uma revisão antes da revenda

Caso o proprietário não tome os cuidados necessários para conservar o veículo, investir em uma revisão, higienização e pequenos reparos antes de anunciar o veículo para a venda pode trazer vantagens na negociação.

 

Fique atento às nossas dicas e boas vendas!

 
2015-12-23T09:00:00-02:0023 de dezembro de 2015|Dicas e Cuidados|
Open chat
Precisa de ajuda?