Cuidados ao fazer transferência do veículo

Quando realizamos a venda de um veículo não podemos deixar de lado alguns pontos, dentre eles está a transferência do carro para o novo dono, visto que existem muitos problemas referentes a cobranças indevidas de automóveis já vendidos e em posse de terceiros. Para você não precisar pagar uma dívida que não é sua, ou então acumular pontos na carteira de multas que você não tomou, alguns cuidados com a transferência devem ser tomados. Ao longo desta matéria iremos listar os pontos de atenção para fazer uma venda tranquila e evitar futuros problemas.

 

Cuidado com o CRV

O Certificado de Registro do Veículo (CRV) apenas deve ser preenchido após a confirmação de todas as operações bancárias, em hipótese alguma assine os outros documentos de transferência sem o CRV completamente preenchido, com a data da venda e firma reconhecida de sua assinatura. Nunca entregue este documento em branco para ninguém, nem para o comprador e nem para o despachante, há riscos de tentarem fraudar sua assinatura.

 

Fique ligado no prazo

O novo proprietário do carro tem um prazo definido por lei de 30 dias corridos à partir da data da venda para fazer a transferência dos documentos do veículo. Passados 30 dias da venda do carro, o antigo proprietário deve procurar pelo número do Renavam no site do Ministério da Fazenda para assegurar que a transferência foi efetuada.

Caso a transferência não tenha sido feita ao fim deste prazo, o antigo dono do veículo deve fazer o bloqueio do automóvel, desta forma ele estará protegido de qualquer tipo de problema e o novo proprietário ficará impedido de fazer o licenciamento do carro.

 

Informe ao Detran

Ao fim da venda do veículo, já com todos os documentos em mãos, tire cópias autenticadas dos papéis e leve até o Detran de sua cidade para informá-los sobre a venda do veículo. Desse modo, você irá ter como comprovar que o carro não pertence mais a você e tem como se proteger de possíveis multas e cobranças que podem chegar em seu nome. Aconselhamos que você fique com cópias desses documentos autenticados em mãos para ter como se defender de qualquer problema.

 

Apólice de seguro

Os documentos da apólice de seguro do carro não podem ser transferidos ao novo dono e também não são cancelados automaticamente com a transferência do veículo. Dessa forma, você deve entrar em contato com a seguradora e fazer o cancelamento para que não tenha problemas em relação ao seguro também.

 

Seguindo estas dicas você fará uma venda tranquila do seu veículo e se livrará de possíveis dores de cabeça.

2016-07-20T09:55:00-03:0020 de julho de 2016|Dicas e Cuidados|
Open chat
Precisa de ajuda?