Conheça os procedimentos para uma descarga de combustíveis segura

O momento da descarga dos combustíveis exige atenção redobrada do posto, já que envolve risco de acidente e de contaminação.

É fundamental ficar atento também aos testes que devem ser realizados e verificar se o estabelecimento não está sendo vítima de alguma fraude no volume na hora da entrega.

 Antes de tudo, é importante nunca receber combustível de caminhão-tanque cujos compartimentos de entrada e saída, bocais de entrada ou escotilha superior e válvulas dos bocais de descarga não estejam lacrados. E não se esqueça de coletar a amostra-testemunha.

Confira abaixo como esses procedimentos devem ser realizados para atender a legislação da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), atingir a satisfação dos clientes e a eficiência operacional no procedimento:

• As descargas devem ser realizadas sempre em dupla, ou seja, pelo motorista do caminhão-tanque e um funcionário responsável pelo posto.

• O funcionário responsável pelo posto deve conferir os produtos especificados nas notas fiscais, e após isso, ele deve indicar o local ou boca que o produto deve ser descarregado. Ele deve instruir o motorista sobre qualquer observação que julgar ser necessário para o procedimento.

• Conferir e quebrar os lacres também são responsabilidades do funcionário do posto. Após isso, o motorista deve abrir as escotilhas, verificar se o produto está na seta, efetuar a coleta das amostras e analisar a qualidade dos produtos.

• Depois de feitas as análises, o funcionário deverá liberar o motorista para realizar a descarga.

• O motorista não deve se afastar do caminhão-tanque durante todo o tempo da descarga. Enquanto isso, o funcionário responsável deve isolar o tanque que está recebendo o produto, eliminando problemas de abastecimento de veículos ao mesmo tempo da descarga do caminhão-tanque.

• Após a descarga, o motorista e o funcionário do posto devem fazer a conferência do caminhão-tanque, para checar se o mesmo foi totalmente descarregado.

• Caso ocorra alguma divergência na descarga, como por exemplo, problemas na análise ou algo que comprometa a qualidade do produto e a quantidade que está sendo entregue, o funcionário responsável pelo posto deverá entrar em contato com o assessor comercial no mesmo instante para comunicar a natureza da ocorrência para que os responsáveis sejam acionados imediatamente e as providências cabíveis sejam tomadas.

• O motorista não deve ser liberado enquanto o problema não for resolvido.

• Após finalizar os procedimentos da descarga, o funcionário deverá entregar ao motorista o canhoto devidamente preenchido com nome completo, RG, data e carimbo do posto.

Quer saber mais sobre o procedimento? Acesse o nosso site e fique por dentro!

 

 

2013-10-31T15:19:00-02:0031 de outubro de 2013|Ruff|
Open chat
Precisa de ajuda?